21 de outubro de 2014

UMA PIZZA, POR FAVOR!

Por José Carlos Sá

Lida no plenário da Câmara Municipal mais uma denúncia contra o prefeito Mauro Nazif. Uma Comissão Especial foi composta para apreciar  a acusação apresentada pelo cidadão Carlos Caldeira, como faculta a Lei.

A assessoria da Câmara informa ainda que nesta quarta-feira, 22, o presidente da Casa, vereador Allan Queiroz, vai entregar toda a documentação à Comissão, que terá três dias para apreciar e votar na próxima sessão se a denúncia será transformada em acusação ou não.
Os vereadores sorteados para fazer parte da Comissão Especial são Jair Montes (PTC, Marcelo Reis (PV), Aélcio da TV (PP), Fátima Ferreira (PT) e Ana Maria Negreiros (PMDB. As denúncias são:

“1- Compra de votos nas eleições de 2014 através do uso de máquinas da SEMAGRIC ao deputado eleito Cleiton Roque (PSB) e o ex-secretário Mario Medeiros (PSB); 2- Direcionamento do contrato emergencial de coleta de lixo para a empresa Lara Central de Tratamento de Resíduos Ltda; 3- Compra de material esportivo sem licitação pela SEMES; 4- Não cumprimento da Lei 12.305/2010 que obriga os municípios a construírem os aterros sanitários; 5- Perseguição do secretário Domingos Sávio a funcionários; 6- PGM – Improbidade Administrativa e Irresponsabilidade; 7- Perseguição e irresponsabilidade na SEMTRAN; 8- Contratos suspeitos na contratação de horas-máquinas”.
De acordo com o Regimento Interno, se a acusação for admitida por 2/3 dos membros da Câmara de Vereadores, será constituída uma Comissão Processante, no prazo de 48 horas, que pode dar início a um possível impeachment do prefeito de Porto Velho. (Foto Cpt.Com.Br)