26 de dezembro de 2021

É lugar para o sossego

Por José Carlos Sá

Aproveitando um folga de trabalho da Marcela fomos à praia da Baía dos Golfinhos, em Governador Celso Ramos, distante 38 quilômetros da nossa casa.

Apesar do dia ter começado nublado, pudemos aproveitar a praia (Foto JCarlos)

Praia de areias amareladas e mar calmo, tinha pouco movimento quando chegamos, mas não ficou lotada com o decorrer das horas.
Ponto de parada para almoço dos turistas embarcados nos saveiros “piratas”. Antes do desembarque o guia anuncia que ali, naquela enseada, são avistados golfinhos. Participamos de passeios de barco em 2012, pela primeira vez, e mais duas ou três ocasiões e nunca vimos nem a sombra de um golfinho.
Minto. Nesta sexta feira vimos um.
É uma escultura colocada na frente do restaurante que tem o mesmo nome da praia.

Comemorando a terceira dose da vacina anti-Covid 19 (Fotos JCarlos)

Esta foto era para o Instagram, mas não postei (Foto JCarlos)

Não disse que a praia é sossegada? (Foto Marcela Ximenes)

Sobrevoo de reconhecimento do atobá-pardo (Sula leucogaster) (Foto Marcela Ximenes)

O único golfinho que vi nesta enseada foi esse (Foto Marcela Ximenes)

Hora do almoço dos turistas embarcados no saveiro Pérola Negra (Foto Marcela Ximenes)

Restaurante ‘O Porto dos Pirataria, também na praia dos Golfinhos, serve frutos do mar a preços honestos (Foto JCarlos)

Capitán Barbossa – O terror dos [homens dos] Sete Mares, em pose para o Banzeiros (Foto JCarlos)

Tags

Governador Celso Ramos Praia da Baía dos Golfinhos 

Compartilhar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*