22 de julho de 2021

A tomada de Laguna

Por José Carlos Sá

Canabarro e Garibaldi invadiram Laguna em 22 de julho de 1839 (Ilustras autores desconhecidos/Internet)

Há 182 anos tropas farroupilhas revoltadas contra o Império brasileiro e comandadas por David Canabarro e Giuseppi Garibaldi, invadiram a cidade catarinense de Laguna (distante 126 quilômetros de Florianópolis) , surpreendendo as tropas imperiais. O Brasil era governado pela Regência Una de Pedro de Araújo Lima, antes da maioridade de D. Pedro II.

Proclamação da República Juliana, logo após a tomada de Laguna (Reprodução)

Dias depois da tomada da cidade, que teve apoio dos lagunenses, foi proclamada a República Juliana (ou República Catarinense, oficialmente República Catharinense Livre e Independente), formando uma confederação com a República Rio-Grandense (proclamada em 11 de setembro de 1836). A nova república durou apenas três meses e 28 dias, quando as forças imperiais retomaram Laguna e expulsaram os rebeldes farroupilhas. O nome República Juliana foi devido ao mês de julho quando ocorreu a independência de Santa Catarina do Império Brasileiro.

No período em que esteve em Laguna, Giuseppe Garibaldi conheceu e se apaixonou por Ana Maria de Jesus Ribeiro, que passou a ser sua companheira adotando o nome de Anita Garibaldi. No dia 30 de agosto serão comemorados os 200 anos de nascimento da chamada “Heroína dos Dois Mundos”.