18 de julho de 2021

É cada uma…

Por José Carlos Sá

Hoje, no Brasil, a realidade é quase ficção (Reprodução Twitter)

Vejo no twitter uma manchete do G1 dando conta que o deputado afastado Daniel Silveira (PSL-RJ) declarou à Polícia Federal, na sexta-feira, 16/07, que “o cachorro roeu o carregador da tornezeleira eletrônica. O deputado cumpria prisão domiciliar por ter divulgado vídeo em que atacava e ameaçava os ministros do Supremo Tribunal Federal. A prisão domiciliar foi suspensa no dia 24 de junho, pelo ministro Alexandre de Moraes, que determinou que o parlamentar voltasse para a cadeia por “violar o monitoramento eletrônico e não ter pago fiança de R$ 100 mil.

Me lembrei de dois fatos que aconteceram comigo em Porto Velho. Chamei um prestador de serviços para fazer um orçamento. Marcamos dia e hora, endereço e pontos de referência. Na data combinada, crédulo que sou, esperei o dia todo e o cara não apareceu.

Dei mais uma chance e liguei novamente para ele no dia seguinte perguntando se ainda  tinha interesse no serviço. A resposta pode parecer, para muitos inacreditável. Para mim, não.

– Ô seu Carlos, me desculpe, estava esperando o senhor ligar de novo. Naquele dia anotei o seu endereço e deixei em cima da mesa. Meu menino pegou e comeu…

A culpa é do bichinho (📸 Soo Curious)

De outra vez, fui prejudicado por um cachorro. Ele rasgou e comeu um pedaço do papel em que estava anotado meu endereço e o bombeiro hidráulico não pode ir à minha casa nem ligar para mim, já que o meu número estava registrado no telefone dele.

Desculpas.

Tags

deputado Daniel Silveira G1 Porto Velho PSL Twitter 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*