28 de junho de 2021

Entre medos e molhados

Por José Carlos Sá

Fomos almoçar domingo (27/06) em um restaurante em Palhoça que, além da comida boa, vende diversos tipos de utilidades domésticas, como panelas de pedra, colheres de pau de todos os tamanhos e para todas as utilidades, frigideiras de ferro, leiteiras e chaleiras esmaltadas, além de enfeites de bom e mau gosto.

Entre as centenas de produtos do acervo à venda, encontrei estes prosaicos urinóis, ou, popularmente, penicos.

Penicos esmaltados à venda no restaurante (Foto JCarlos)

Esse era um acessório presente em nossas casas por muitos anos. Nas casas que meus pais alugavam em Teófilo Otoni e em Belo Horizonte os banheiros e sanitários eram do lado de fora da construção. Em algumas, tínhamos que atravessar o quintal para ir à casinha (pior quando chovia), em outras, a porta do reservado era contígua à da cozinha.

Escrevi acima que era ruim ir à privada em dias de chuva, mas o pior eram nas noites em que pai contava casos de assombração, “vividos” ou que ele ouviu em casa ou dos amigos. Nestas noites não tinha milagre que nos desgrudassem da saia de mãe e íamos para o quarto agarrados com ela qual filhotes de gambás.

Quando ocorriam estes “saraus assombrados”, era uma briga pela prioridade no uso do penico, que não podia encher, pois quem fizesse o último xixi, e o líquido se aproximasse da borda do urinol, teria que ir lá fora, no banheiro, despejá-lo. Sei que teve gente que urinou na cama para não cumprir o costume… Era preferível passar a vergonha de ser chamado de “mijão” que sair de casa e encontrar um lobisomem, uma mula-sem-cabeça ou sei-lá-o-quê espreitando nas sombras.

 

Tags

Baú do Zé Belo Horizonte Família Sá José Carlos de Sá Minas Gerais Palhoça Penicos 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*