23 de maio de 2021

Uma vergonha atrás da outra

Por José Carlos Sá

Vergonha do outros (Foto Patrick Sheandell O’Carroll / Gety Images – Reprodução))

No primeiro ano que eu estava em Rondônia, um colega gaúcho sugeriu um amigo dele para nos dar um curso de Cerimonial & Etiqueta.

A primeira coisa que o cara falou no curso é que recebeu uma condecoração ao pegar o táxi do aeroporto para o hotel. O cinto de segurança estava com poeira e sujou a camisa dele. Se o cara era Mestre de Cerimônias, imaginem…

Aí o Percy, o cara que levou ele a Porto Velho, me pediu para acompanhar no jantar. Fomos ao restaurante Feitiço Mineiro e o convidado pediu uma taça de vinho tinto. O garçom perguntou: O senhor quer com gelo? O cara estranhou. E o garçom perguntou: O senhor não é daqui, né?

Terminado o jantar fomos para o barzinho mais chique de Porto Velho, o Bangalô. Lá vendiam uma cerveja deliciosa, a Cerpa, do Pará, mas em garrafinha long neck. O gaúcho perguntou: Não tem garrafa grande? E o garçom gentil: Se quiser garrafa grande é do outro lado da rua. Essa foi uma noite de vergonha.

Tags

Cerimonial e Etiqueta Porto Velho 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*