03 de maio de 2021

Pantanal – O que li no confinamento

Por José Carlos Sá

Capa do livro Pantanal (Divulgação)

Concluído o 50º livro lido durante a pandemia. Desta vez foi Pantanal, de autoria de Arturo de Mil Fontes (editora Chiado Books – Lisboa/2019). A obra é uma mistura da experiência pessoal do escritor, que se valeu de conhecimentos adquiridos nas andanças pela região centro-oeste do Brasil, entre 1971 e 1992, além das habilidades de pesca subaquática, capoeira, navegação, botânica e zoologia.

O livro tem ainda um apanhado de lendas e causos do Pantanal, com suas aves, peixes, animais e, principalmente, onças. Os personagens não têm nomes e o narrador conta como seu caminho se entrecruzou com um índio, alguns ribeirinhos que queriam roubar as tralhas que estavam no acampamento dele, um delegado de polícia omisso e um escrivão corrupto.

O fantasma que montava no pescoço da onça (Ilustra Arturo de Mil Fontes)

O que mais me chamou atenção na narrativa foi uma caçada a um veado, que ferido, fugiu e ele foi atrás, tendo se deparado com uma onça enorme, que já havia capturado o animal e levava às costas um ser, com aparência homo…., assim descrito: “(…a figura era) translúcida. O ser tinha cabeleira e barba negras, longas e desgrenhadas, era incrivelmente magro e estava nu (…) Suas pernas esbranquiçadas envolviam o pescoço da onça (…) Seus olhos eram totalmente escuros e sorriu com desdém”.

Depois das desventuras de morar sozinho em um lugar inóspito, o narrador deixa na dúvida se volta ou não para a cidade grande.

Conheci o autor há poucas semanas no Ribeirão da Ilha – Florianópolis e a leitura foi mais uma indicação do Márcio Passarella.

Tags

Arturo de Mil Fontes Chiado Books Florianópolis Literatura Pantanal Ribeirão da Ilha 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*