18 de fevereiro de 2021

Um emprego poluído

Por José Carlos Sá

Cidade Industrial de Contagem, onde eu trabalhava e respirava essa atmosfera que a foto mostra (Foto Contagem em fotos)

Um trabalho estressante. É assim que me lembro do meu primeiro emprego, no Correios, naquele tempo ECT. Eu passei no concurso para trabalhar no SEE (ServiEu tinha 14 anos e tinha que entregar cobranças de bancos e cartórios na Cidade Industrial de Contagem (MG). Quando algum colega não ia trabalhar, eu era deslocado para outro setor de Belo Horizonte ou Contagem.

O serviço era muito pesado, eu saía de manhã, com uma sacola de quase 20 quilos. No final do ano ainda tinham as entregas de catálogos telefônicos (quem sabe o que é?) e formulários de Imposto de Renda. À noite ia para o colégio, cansado.

Uma manhã, não me levantei às cinco horas, como de hábito. Meu pai, seu José, estranhou e chamou-me. Respondi: “Não vou trabalhar mais!” Ele só apontou a porta do quarto e disse profeticamente: “Levanta e vai trabalhar!”

Fui. Aguentei quatro anos essa vida. Foi quando chegou a idade do serviço militar obrigatório. Não quis nem saber!

Tags

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*