09 de dezembro de 2020

Desserviço

Por José Carlos Sá

Assessores de imprensa são para ajudar… (Ilustra internet)

Nos meus quase 40 anos de profissão, estive dos dois lados do balcão: como repórter, produtor e como assessor de imprensa.

Como repórter e produtor sempre me preocupei em procurar o assessor de imprensa do órgão de onde eu necessitava de informações, mesmo eu conhecendo pessoalmente a fonte.

Como assessor, sempre observei a prática de atender o colega de redação o mais rápido possível e fornecendo as informações necessárias, não importava a hora em que eu era procurado. Não desligava o telefone em nenhum momento. Diversas vezes estava almoçando ou jantando e interrompia a refeição para atender a repórteres ou pessoal da redação, tirando dúvidas ou mesmo informando o telefone de fonte.

Escrevo isso por acompanhar a dificuldade que a Marcela tem com alguns assessores de órgãos públicos. Em uma matéria, a assessora disse que não atendia a imprensa fora do horário de expediente (ela trabalha das 8 às 13 horas) e a repórter citada trabalha à tarde.

Mais recentemente, fazendo o levantamento de como seriam as posses dos novos prefeitos e vereadores, o assessor de uma Prefeitura da Grande Florianópolis não sabia que a transmissão do cargo de prefeito era conduzida pela própria prefeitura. Ficou sabendo naquele momento.

Tags

Assessorias de Imprensa Jornalismo Marcela Ximenes 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*