17 de outubro de 2020

O falso engajamento

Por José Carlos Sá

Mais um causo de quartel. Eu concorria à escala de Cabo do Dia, tirando serviço três vezes por mês e por sorte ou azar, um soldado – cujo nome eu não me lembro mais – sempre estava de serviço comigo. Ele só falava de um assunto: “dar baixa”. O tempo de serviço da turma dele terminaria em poucos meses, mas ele se impacientava e enchia o saco!

Um dia peguei um formulário usado na transcrição dos comunicados internos do Ministério da Aeronáutica e escrevi, usando o jargão próprio, que a Turma 1/79 teria o tempo de serviço prorrogado por mais um ano, sendo o engajamento obrigatório. Peguei a terceira via, coloquei no bolso e quando encontrei com o soldado que queria sair logo, mostrei para ele. O cara quase chorou.

Rasguei o papel, joguei no vaso sanitário e dei descarga. O boato do reengajamento correu rápido. Depois eu soube que vasculharam meu armário em busca do falso telegrama. Se tivessem encontrado, eu teria pegado uns dias de cadeia.

O soldado não falou mais comigo e eu parei de ouvir reclamação.

Tags

Força Aérea Brasileira Ministério da Aeronáutica 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*