20 de setembro de 2020

O chaveiro que apitava

Por José Carlos Sá

Chaveiro com a mesma função, mas mais moderno que o do Álvaro

Um dos colegas que tive no Decom, no governo Ângelo Angelin, foi o jornalista Álvaro Costa, pessoa muito boa e bom profissional. Foi ele quem me ensinou a diferença entre a malária Falciparum e a Vivax.

Um final de semana ele foi passear em Manaus, então a “Meca” dos produtos importados. Álvaro comprou um chaveiro que respondia a seu assobio, em caso de perda. O objeto fez sucesso no Decom, com várias demonstrações.

No dia seguinte o Álvaro estava bravo. Ele residia no conjunto Acapulco, depois da 5ª DP, onde não havia um metro de rua pavimentada e a água empoçada era o paraíso da saparia. Quando anoiteceu os sapos começaram a coaxar e o chaveiro do Álvaro disparou respondendo aos sapinhos.

O chaveiro teve que ser guardado debaixo das almofadas da poltrona para não enlouquecer a família do Álvaro

Tags

Álvaro Costa Baú do Zé Decom governador ângelo Angelin Leseira Manaus 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*