23 de agosto de 2020

Amigos candidatos

Por José Carlos Sá

As eleições municipais de novembro de 2020 dará aos porto-velhenses a chance de ter representantes que são comprometidos com a cidade. As pessoas que vou listar abaixo, são amigos e conhecidos, nas quais aposto nos bons propósitos caso se elejam:

Aleks Palitot, professor e vereador no primeiro mandato, com bons serviços já prestados e uma preocupação constante com a recuperação da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré para fins de turismo;

Chicão Santos trabalhou muito com teatro de rua e tem compromissos com a cultura popular;

Suely Rodrigues, atriz, diretora teatral, com um currículo invejável no setor cultural da capital;

Carlinhos Maracanã, compositor, carnavalesco, um “inquieto”. Faz lançamento de novos artistas e, há alguns anos, promovia o “Quintal do Samba”, nos fundos da Casa de Cultura Ivan Marrocos, às segundas-feiras e era casa cheia toda semana;

Sid Orleans, enfermeiro, já foi vereador e exerceu vários cargos de direção em estabelecimentos de saúde. Considero uma pessoa séria e comprometida;

Carlos Moisés, foi professor em várias escolas da Capital e do Senai, onde eu o conheci, em plena era de ouro das Fanfarras. Ajudou a eleger muita gente, agora chegou a vez dele se candidatar.

Para quem mora em Guajará-Mirim, minha sugestão é o nome do professor Ademar Scheidt. Professor universitário é formado e mestre em Administração de Empresas. Fomos colegas na Federação das Indústrias de Rondônia.

Ainda não conheço Rondonópolis – MT, mas tenho certeza que o artista Wander Mello, que natural daquela cidade fará o melhor para seus conterrâneos.

Chegando a Minas Gerais, tenho duas indicações: Uma é Júlio Olivar (Jornalista, ex-secretário de Educação e de Cultura de Rondônia), que resolveu colaborar com sua experiência para a terra natal, Poço Fundo, na região sul mineira.

Na Grande Belo Horizonte sugiro o nome de Aílson Leite, um jovem, que sem mandato, briga pela preservação dos prédios históricos e da cultura da cidade de Contagem e do bairro onde mora, Bernardo Monteiro.

P.S. 1 – Fotos retiradas das páginas dos citados no Facebook;

P.S. 2 – Nenhuma das dez pessoas citadas neste post pediu para que eu escrevesse isso. É apoio espontâneo.