13 de julho de 2020

A visita de José Alencar a Porto Velho

Por José Carlos Sá

Vice-presidente José Alencar em visita a Porto Velho

O então vice-presidente da República José Alencar (1931 – 2011) foi convidado a inaugurar o prédio da Casa da Indústria, sede da Federação das Indústrias de Rondônia, em Porto Velho, e fazer uma palestra sobre a Economia no Brasil naquele ano de 2003, quando eu era gerente de marketing da Fiero.

Fiz a proposta do roteiro de apresentação de José Alencar, a ser lido pelo mestre de cerimônias e fomos avisados (Fiero, Cerimonial do Governo do Estado e Polícia Militar) que depois da aprovação final do itinerário de visitas, pelo gabinete em Brasília, nada poderia ser mudado, a não ser por ordem do Vice.

Os problemas começaram na Base Aérea onde o acesso tinha sido limitado a dez pessoas indicadas previamente. Pouco antes de o avião aterrissar, chegou ao Portão das Armas um ônibus com a diretoria da Fiero, a maioria vinda do interior. Pouco depois chegou outro ônibus com prefeitos, enviados para a Base Aérea pelo governador Ivo Cassol. Todos deram meia-volta.

No local da palestra, mais problemas: Os políticos teriam assento à mesa, mas não poderiam falar. O então deputado Chico Paraíba botou o dedo na minha cara para que o senador Valdir Raupp discursasse. Neguei. Expliquei que os discursos seriam feitos na inauguração. Ele respondeu “Depois vocês ficam querendo o apoio do PMDB!”. Respondi que o evento não era político.

Após o almoço, enquanto José Alencar descansava antes de partir, tive a compensação do desgaste daquele dia, quando pude contar um pouco da história da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré ao vice-presidente.
Depois ocorreu este diálogo:
– Você é daqui mesmo?
Antes que eu respondesse, o Miguel de Souza (deputado federal, ex-presidente da Fiero) falou por mim.
“Não, o Zé é seu conterrâneo, presidente”.
E veio a pergunta inevitável:
“Você é de onde?”
– Teófilo Otoni, presidente.
“Conheço sua terra, aquela região toda… Interessante, encontro mineiros no mundo todo”.

Aí a prosa tomou outro rumo e os meus 15 minutos de fama se esgotaram.