22 de dezembro de 2017

Pantanal rondoniense

Por José Carlos Sá

Tomo a liberdade de reproduzir um delicioso texto do dr. Paulo Saldanha sobre o Pantanal rondoniense, ilustrado por uma foto do Machado:

Espécie rara de gavião no Vale do Guaporé. (Foto em 18122017 Rosinaldo Machado)

“O bioma, para mim, mais enriquecido na avifauna que o pantanal mato-grossense! e justifico: temos ali as onças pretas, vermelhas e pintadas; tamanduás, cervos, araras canindés e azuis, porcos, pacas, cotias e capivaras, mas aqui (e não lá) temos as tartarugas, tracajás, capitaris, botos cor-de-rosa e tucuxi, além das pirararas, pirarucus, tambaquis, pirapitingas, jatuaranas, tucunarés. Lá, como cá, temos pintados e surubins. Mas aqui no pantanal rondoniense a biodiversidade não perde e, sob alguns aspectos, até ganha. Faltam, todavia, conhecimento e sensibilidade do Governo estadual para divulgar e atrair empresários/investidores nessa seara.”

Obrigado, dr Paulo.

Tags

Mato Grosso Pantanal rondoniense Paulo Saldanha Rosinaldo Machado Vale do Guaporé 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*