28 de julho de 2015

Linchando as instituições

Por José Carlos Sá

Eu ia deixar este assunto prá lá, ficando apenas no comentário do “linchamento até a morte“, mas fiquei pensando na atuação ou omissão dos PMs naquele caso. No fato ocorrido no início da semana passada na vila Samuel, no município de Candeias do Jamari, não há notícias de que a guarnição da PM, que havia prendido o suspeito, esboçou reação para defender a vida que estava sob a responsabilidade deles. O oficial que é responsável pela comunicação da Polícia, em entrevista ao vivo para a TV Rondônia, quase defendeu o linchamento, ao dizer que se a população não justiçasse o suspeito, o morto não escaparia da ‘justiça’ da cadeia.

Escrevo isso depois de ter lido uma matéria da BBC – Brasil sobre o linchamento de um homem na periferia de São Luiz – MA: “‘Quem lincha sabe que tem respaldo social no Brasil’, diz pesquisadora”. Compartilho com vocês aqui. É um assunto a pensar.

Tags

Candeias do Jamari editoria de polícia linchamento PMRO 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*