30 de outubro de 2014

ISOLAMENTO FAKE

Por José Carlos Sá

Bombeiros “isolados” (reprodução RTP/JCarlos)

Dois bombeiros de um quartel de Lisboa foram atender a uma emergência no aeroporto da capital portuguesa. Conduziram para o hospital uma mulher grávida, procedente de Serra Leoa, um país localizado na África Ocidental, região onde estão acontecendo os casos do Ebola. Ao chegar ao hospital, a mulher foi isolada, por suspeita de estar contagiada pelo vírus mortal.
Neste ínterim, os bombeiros voltaram para o quartel deles, onde o comandante, avisado pelos médicos do hospital, optou por deixar os dois socorristas em quarentena na própria ambulância, que não pode entrar na base. Os bombeiros ficaram parados na rua, ‘isolados’ por três horas, até que houvesse certeza da não contaminação.
Na reportagem da RTP – Rádio e Televisão de Portugal, os bombeiros são mostrados dentro da ambulância, mas do lado de fora do quartel deles, conversando tranquilamente com os repórteres.
Se o contágio fosse real…

Tags

Bombeiros Ebola isolamento Leseiras Lisboa Portugal quarentena 

Compartilhar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*