04 de maio de 2012

FUNCIONAR PARA QUÊ?

Por Marcela Ximenes

Em setembro do ano passado, a Justiça do Trabalho interditou o prédio da Superintendência do Trabalho em Porto Velho. Uma ironia e tanto. Oito meses depois, o prédio continua fechado – desconheço se há previsão de retorno. Quem precisa do serviço mais básico oferecido pela superintendência – a emissão da Carteira de Trabalho, tem que encarar uma fila (claro!) e brigar por uma das 35 senhas distribuídas a partir das 7h, no Shopping Cidadão.
O que há de errado por aqui? Há oito meses ninguém conseguiu resolver essa situação. E o povo que se dane.

Tags

Compartilhar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*