08 de maio de 2011

DIA DAS MÃES – REFLEXÕES

Por José Carlos Sá

O apelo comercial nas datas como os dias das mães, das crianças, dos pais, natal, páscoa, é inegável. E todos ficamos reféns destas épocas. Na rádio e tv (não digo internet, pois acesso sites específicos de notícias) o besteirol é imenso. A expressão mais usada nas “mensagens” é “amor incondicional”. Na Rádio Rondônia, o texto fala que “para ser mulher é preciso determinação”. Não entendi.
Num “caça-níqueis” da TV Meridional (Band), o apresentador sugeria presentes para as mães: sanduicheira, ventilador e um liquidificador (que quase quebrou quando ele o tocou), tudo a R$ 35. A Mar comentou: “Como, nesta época, ainda se sugere presentear com eletrodomésticos?”
É. Tô mais velho do que a minha idade biológica indica.

Tags

comércio Dia das Mães 

Compartilhar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*