13 de maio de 2010

VALENTÕES, NÃO

Por Marcela Ximenes

Os xingamentos, empurrões, ‘piadinhas’ e outras agressões há tempos passaram dos limites aceitáveis.
O fenômeno bullying não é novidade – apenas ganhou atenção da mídia nos últimos anos.
Ontem, em Porto Alegre, um garoto de 14 anos matou um colega de 15. É notícia, faz-se barulho. Nenhuma das matérias que vi e li sobre o assunto citaram a possibilidade da prevenção.
Escolas devem ficar atentas ao comportamento de seus alunos. Talvez seja pedir muito para as escolas que não dão conta nem de fazer o básico. Mas para aquelas que se preocupam com o papel de educar cidadãos é possível agir e chamar os pais para a responsabilidade.
Afinal, está comprovado, que os valentões da escola (da rua, do clube) reproduzem o que vivem em casa.

Tags

Bullying Educação violência 

Compartilhar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*