02 de abril de 2010

LÁ E CÁ

Por José Carlos Sá

Por absoluta falta de tempo, não comentei o confronto de quarta-feira entre a PM e os professores em greve.  Eles tentaram ocupar o Palácio Presidente Vargas e foram repelidos com spray de pimenta. Foi uma crônica anunciada.
Em São Paulo, funcionários públicos em greve tentaram provocar uma reação violenta da polícia, que segundo o Tutty Vasques, não estavam nem aí e completou: “Até porque esse negócio de bater em professor, convenhamos, já basta o que os alunos fazem ultimamente com eles em salas de aula!”

Tags

Greve do Sintero PM Tutty Vasques 

Compartilhar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*