18 de janeiro de 2009

VÂNDALOS

Por José Carlos Sá

Fomos, ontem à noite, praticar o ‘shopping tour’, para cumprir um compromisso com o JP. No tumulto de sempre, vi quatro adolescentes – destes com cara encaroçada, cabelos caindo sobre os olhos e esses bonés ridículos de lã (ou seja lá o que for) – esperando impacientes o elevador (!). Um deles, que parecia ser o ‘cap’, desfechou dois coices na porta da máquina. Procurei a segurança, mas não vi ninguém por perto. Os adolescentes desistiram e seguiram em frente.
Deixo a conclusão para vocês.

Tags

Compartilhar

Comentários

  • Meu caro Ze Carlos, nao se estresse, pois, vivemos no pais da impunidade. Desde cedo, na adolescencia, as pessoas aprendem que podem fazer o que bem entendem, o que lhe der na “telha”, que nao vai acontecer nada, principalmente, porque os pais, os queridos papais deste tipo de adolescente, passam sempre a mao da cabeçinha dos pimpolhos, “tadinhos, meus filhinhos sao uns anjinhos”. Por falar nisso, a novela da Gloria Perez que esta começando hoje, fala sobre este tema, de um pai, como muitos que temos por aí espalhados pelo Brasil, que esta sempre em defesa do filho, que é uma pestinha, mas o que o pai faz de melhor e bem feito é “acoitar” os erros do pimpolho. Por isso temos muitos adultos marginais, irresponsaveis, verdadeiros criminosos, todos feito em casa. Por força da minha profissao, estou falando sobre isso. Desculpe-me os que ficarem melindrados. Beijos e abraços fraternos para o casal amigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*