06 de setembro de 2008

PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DE FLORES

Por José Carlos Sá

Mesmo com o preço do ingresso sendo considerado alto, estava “assim” de gente na estréia do circo do Marcos Frota. As pessoas que deixaram para comprar a entrada na hora só encontraram bilhetes para domingo. Eram três filas intermináveis. Na saída, um homem que se vestia de palhaço (tem foto dele aí embaixo) e vendia coisinhas, dizia que eram 26 palhaços em uma comunidade de 500 pessoas. Gente prá caramba, não sei se é exagero para me impressionar.
(Fotos tremidas, antes dos chopps; fotos sem foco, depois dos chopps: JCarlos)

Tags

Compartilhar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*