09 de agosto de 2017

Temer põe e tira o bode na sala

Por José Carlos Sá

Bodes na sala (Foto Ivo Gonçalves/PMPA/CP)

Sem querer querendo o presidente Michel Temer disse que um aumento da alíquota do Imposto de Renda para pessoa física estaria em estudo pela equipe econômica do governo. A declaração provocou reações em cascata: a oposição se opôs; o deputado Rodrigo Maia (de olho no Planalto em 2017 e/ou 2018), marcou posição: “Não passará na Câmara!“; o povo, no Facebook, foi à loucura. No final do dia, o ministro da Fazenda e presidenciável Henrique Meirelles declarou que o aumento de IR é a “última alternativa“. Ah, bom!

Como diz o vereador César Maia (DEM-RJ), criaram um factóide que funcionou. Tanto que durante esse período ninguém lembrou do Joesley Batista.