18 de junho de 2020

Uma pipa secreta

Por José Carlos Sá

Um papagaio quase quebrou o cessar-fogo (Foto Shutterstock)

Assisti a um vídeo sobre a participação de tropas militares brasileiras numa missão de paz no Oriente Médio. Essa missão aconteceu entre 1957 e 1967, e os militares enviados faziam parte do Batalhão Suez. Foram seis mil homens que se revezaram a cada seis meses.

A missão era para manter a paz entre Egito e Israel, e especialmente para garantir a navegabilidade do Canal de Suez, que foi construído para ligar o Mar Mediterrâneo ao Mar Vermelho e tem importância estratégica. A missão de paz terminou quando tropas de Israel invadiram o Egito na Guerra dos Seis Dias. Os militares brasileiros e de outras nações à serviço da ONU foram presos e repatriados.

Há muito tempo li em uma das edições da revista Seleções que um dos soldados brasileiros quase apressou o fim da trégua entre israelenses e egípcios. Sem ter o que fazer, o militar confeccionou uma pipa com uma folha de papel alumínio que encontrou e empinou o papagaio. No sol do deserto, o brinquedo brilhou, fazendo com que os dois lados da fronteira se colocassem em alerta, pois pensavam que o oponente estava lançando uma arma secreta nova.

Por muito pouco a paz não foi quebrada naquele momento, causando um embaraço diplomático para o Brasil, que se dizia neutro no embate.

Tags

Canal de Suez Egito Exército Brasileiro Israel ONU 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*