21 de fevereiro de 2009

DESNECESSÁRIO

Por José Carlos Sá

O Ministério da Saúde escolheu a população com mais de 50 anos para priorizar na campanha de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis, especialmente a AIDS, cujo índice de contaminação está aumentando nesta faixa etária. Agora, a Sesau enviar preservativos para a Casa do Ancião, mantida pelo Estado em Porto Velho, já é exceso de zelo. Vi na TV Rondônia, ainda há pouco.