Onde se comenta o que foi e o que não foi notícia

28 de agosto de 2006

SOAP OPERA

Por José Carlos Sá

Com a Imprensa perdendo o interesse pela CPMI das Sanguessugas, o presidente daquela comissão, deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ) criou um factóide para resolver o problema: disse que recebeu ameaça de morte e conseguiu atrair, novamente, os flashs e os holofotes para si. Boa jogada, ganhou mais projeção que no Horário Eleitoral Gratuito.

28 de agosto de 2006

O CÃO

Por José Carlos Sá

Se for baseado na Verdade, um comentário da coluna “Boca Maldita”, do site Tribuna Popular, reproduzido em sites da Capital, estamos prestes a ver o Absurdo, o Extraordinário, o Inimaginável acontecer. O Inominável ser eleito deputado federal por Rondônia, encarnado no corpo de um mortal. Seria, literalmente, o Capeta em forma de gente. E eu […]

26 de agosto de 2006

DIPLOMA ENXERTADO

Por José Carlos Sá

A Polícia Federal não teve ontem, 25, a mesma agilidade a que estávamos acostumados quando das grandes Operações que são desencadeadas regularmente. Atendendo a uma denúncia, os federais se dirigiram à casa da suspeita, que não os deixou entrar. Até que fosse providenciado um Mandado de Busca e Apreensão, as supostas provas foram queimadas.

25 de agosto de 2006

SOAP OPERA

Por José Carlos Sá

Até onde vai a novela “Operação Dominó”? O capítulo de ontem terminou em clímax, com o boato da suposta tentativa de suicídio do ex-chefe da Casa Civil, Carlos Magno. Como em toda peça dramatúrgica (eita, esta palavra fui buscar longe…), anuncia-se para os próximos capítulos muitas novidades, para segurar a audiência e desviar a atenção […]

25 de agosto de 2006

TUDO NOVO

Por José Carlos Sá

Não sei como será minha vida de agora em diante. Plutão não é mais planeta e o nosso sistema solar termina ali em Netuno. É mole? ++++AINDA A comoção mundial do rebaixamento de Plutão à categoria de planeta-anão não se justifica. Afinal, conforme o comentário de Renata Vasconcellos, no Bom Dia Brasil de hoje, “a […]

25 de agosto de 2006

CADÊ?

Por José Carlos Sá

O ex-blog do César Maia levantou ontem, 25, uma questão interessante. Os jovens que militavam na política desapareceram, especialmente os de esquerda. O fenômeno fica mais visível pelo desinteresse pelas eleições de outubro, nas faculdades e universidades.

25 de agosto de 2006

HINO

Por José Carlos Sá

Um leitor destes Banzeiros sugere a música “Comunidade carente”, do Zeca Pagodinho para trilha sonora das eleições 2006. É aquela que começa assim: “Eu moro numa comunidade carente/Lá ninguem liga prá gente/Nós vivemos muito mal/Mas esse ano nós estamos reunidos/Se algum candidato atrevido/For fazer promesas vai levar um pau (…)”

25 de agosto de 2006

FRASE

Por José Carlos Sá

“O mundo não será mudado pelos caridosos”. Citado por Soraya Calixto, que desconhece o autor.

25 de agosto de 2006

ALTA

Por José Carlos Sá

A seca provocada pelo verão amazônico e a consequente vazante do Rio Madeira, estão sendo usados como explicação para a alta da gasolina nos postos de Porto Velho. O aumento do preço pegou a população de surpresa, mas a decisão já estava tomada há exatamente uma semana, no dia 18 de agosto.

23 de agosto de 2006

IMPACTO

Por José Carlos Sá

Fiquei impressionado com uma frase que ouvi ontem: “Sou corrupto, mas não sou cabra safado”. Não entendi.

23 de agosto de 2006

AMEAÇA?

Por José Carlos Sá

No programa eleitoral do candidato Clodovil Hernandes, PDC do Rio de Janeiro, ele (!!??) afirma que se for eleito “Brasília não será a mesma”. É uma ameaça ou outra coisa qualquer? Veja o vídeo http://www.youtube.com/watch?v=M46kYgLhXJ4&eurl=

23 de agosto de 2006

REPETIÇÃO

Por José Carlos Sá

Também no site You Tube uma propaganda eleitoral de 2002, onde o candidato Samuel Silva repete o próprio nome dezenas de vezes durante 20 segundos. Vai ser criativo assim lá agência do Duda:http://www.youtube.com/watch?v=TimXFGedFng&eurl=

23 de agosto de 2006

ESTADO-MÃE

Por José Carlos Sá

Li nos sites que um foragido da Justiça se apresentou a Polícia, pois contraiu malária e não tinha dinheiro para o tratamento. Voltando para a cadeia, receberia o remédio necessário. Este caso me fez lembrar que há alguns anos dois presos fugiram do Ênio Pinheiro. Foram se encontrar com as respectivas mulheres e depois ficaram […]

23 de agosto de 2006

INVEJA

Por José Carlos Sá

Desde segunda-feira, 21, duzentas peças de arte greco-romanas estão em exposição no Museu de Arte em São Paulo. Fico daqui chupando o dedo de inveja dos paulistanos.

23 de agosto de 2006

GESTAPO

Por José Carlos Sá

O método de trabalho de algumas pessoas, que agem como verdadeiros vigilantes eleitorais, de máquina fotográfica em punho e formulários para denuncias no bolso, lembra os métodos de Hermann Göring, na Gestapo, que convencia as crianças a vigiarem e denunciarem seus próprios pais. GESTAPO – 2A senadora democrata Hillary Clinton, se morasse no Brasil, estaria […]

23 de agosto de 2006

OPÇÃO

Por José Carlos Sá

No último sábado houve uma overdose de campanhas políticas nas ruas do bairro JK, na zona leste de Porto Velho. Como se tivessem combinado, se encontraram as equipes dos candidatos Valter Araújo, Miguel de Souza, Fátima Cleide e Ivo Cassol. Se a eleição tivesse sido naquele dia não haveria eleitor suficiente.

23 de agosto de 2006

SORRIAM

Por José Carlos Sá

Esta coluna ficou sem ser atualizada há alguns dias, devido o autor ter sido acometido de uma “virose”. Aspas porque a palavra virose é usada para qualquer doença que não seja identificada.

16 de agosto de 2006

EXIGÊNCIAS

Por José Carlos Sá

Numa determinada licitação, além da lista de exigências normais que a empresa interessada deve atender, chama a atenção o item “refeição”. Está escrito: “(…) 10. A Contratada deverá fornecer alimentação para os seus empregados; 11. A Contratada deverá fornecer alimentação DE BOA QUALIDADE aos fiscais da obra”. O grifo e a dúvida são nossos. Quer […]

16 de agosto de 2006

NEURA

Por José Carlos Sá

Ninguém está falando mais, livremente, ao telefone depois da Operação Dominó. Por que será?

16 de agosto de 2006

REDE OU TEIA?

Por José Carlos Sá

As escutas telefônicas, autorizadas pela Justiça, para desvendar a aparente chantagem do deputados estaduais ao governador, tomaram uma proporção inimaginável. Alguém que tenha recebido ou ligado para um dos telefones grampeados passou a ser, também, grampeada e assim por diante.

16 de agosto de 2006

SANGUESSUGAS

Por José Carlos Sá

Ouvi no rádio que tanto o presidente da Câmara, deputado Aldo Rebelo, quanto o presidente do Conselho de Ética da mesma casa, Ricardo Izar, praticamente se reconheceram incapazes de dar uma solução rápida ao caso das ambulâncias superfaturadas, devido a falta de quorum. Esta e-coluna antecipou isto, ainda no período em que as assinaturas eram […]

16 de agosto de 2006

ENERGIA

Por José Carlos Sá

O presidente Lula confirmou, em entrevista à Imprensa nacional, a intenção do Governo Federal em construir hidrelétricas em Rondônia e Pará. Segundo a Agência Brasil, o presidente determinou ao ministro das Minas e Energia que convença os segmentos envolvidos na questão: “Se não tivermos para vender componentes da nossa matriz energética, como gás, produtos da […]

14 de agosto de 2006

LANÇAMENTO

Por José Carlos Sá

Deve ser lançada nos próximos dias uma biografia do ex-governador de Rondônia Jorge Teixeira de Oliveira. O trabalho foi organizado pela escritora e historiadora Nilza Menezes, em conjunto com Fabíola Holanda. O título da obra é “Jorge Teixeira – Uma Contribuição Documental”. A edição também é dividida: Tribunal de Justiça e Editora EDUFRO (da UNIR).

14 de agosto de 2006

A PROPÓSITO

Por José Carlos Sá

Fui buscar uma foto do “Teixeirão” para ilustrar a nota acima e encontrei na página do Centro de Instrução na Selva – CIGS, que a expressão “Selva”, hoje utilizada como um cumprimento entre os militares do Exército na Amazônia, foi criado “sem querer” por Jorge Teixeira, ao informar o seu destino cada vez que saia […]

14 de agosto de 2006

DOMINÓ

Por José Carlos Sá

A cada dia são tornadas públicas as interligações entre os Poderes, mais sólidas que aquela “harmonia” que a Constituição recomenda. Onde vamos parar?