09 de maio de 2020

Bode expiatório

Por José Carlos Sá

Há alguns dias comentei sobre a pandemia de desonestidade (https://bit.ly/2zkF0j1), quando pessoas desonestas aproveitam-se do momento de crise para desviar dinheiro destinado ao combate ao coronavírus.
 
Pois bem, ontem (8), em reunião virtual com empresários, o governador Carlos Moisés (PSL) criticou a Imprensa por estar divulgando o procedimento de compra de 200 respiradores, com pagamento adiantado e nenhum respirador chegou até hoje. E ainda propôs boicote aos meios de comunicação. 
 
A empresa “que ganhou” a licitação não tem capacidade técnica nem experiência de negociar com empresas chinesas. O secretário da Saúde à época da compra, pediu para sair. O chefe da Casa Civil, citado como “interessado no assunto dos respiradores”, finge de morto.
 
E a culpa é da Imprensa!
 
Na cidade de São Francisco do Sul (que fica no norte do Estado) foi instalado um outdoor pedindo o impeachment do governador. A foto foi publicada no jornal Notícias do Dia, na edição de hoje (09/05):