29 de abril de 2020

O pulo do gato

Por José Carlos Sá

Ontem (28) acompanhei a sessão virtual da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, em que eram votados os vetos do governador Carlos Moisés (PSL) a matérias de iniciativa do parlamento e emendas de deputados em Projetos originados do Executivo.

O pulo do gato (Foto Medium.Com)

Um dos Projetos de Lei vetado em discussão estava a alteração do nome do cargo de Papiloscopista para Perito Papiloscopista. O deputado Maurício Eskudlark (PL) disse que recebeu os interessados no assunto no gabinete dele, fazendo lobby e acrescentou:

“Na verdade eles [os papiloscopistas] se acham injustiçados e hoje querem pertencer ao grupo de peritos, cuja remuneração é muito maior. Agora mudam a denominação e lá na frente entram na Justiça pedindo a equiparação salarial. Esse é o pulo do gato”.

A expressão usada pelo deputado me fez lembrar, mais uma vez, da minha avó que contou a história do pulo do gato:

No tempo em que os bichos falavam houve uma seca muito grande e a onça saiu procurando comida. Um dia a onça encontrou um gato e já pensou que o bichano seria um ótimo almoço, mas ela sabia que os gatos são espertos. Para ter uma oportunidade de pegar o gatinho, a onça disse para ele:

– Senhor gato, soube que o senhor é um ótimo saltador. O senhor poderia me dar algumas aulas de saltos?

– Pois, não dona onça. Vamos ao treino.

O gato pulava e a onça pulava atrás. E outro pulo e a onça só esperando a oportunidade. Aí o gato pulou sobre uma pedra e a onça pulou sobre ele, mas na hora h, o gato pulou de lado, frustrando o bote e fugiu para longe

– Ei professor, protestou a onça, esse pulo o senhor não me ensinou!

Moral da história: Nem tudo que o mestre sabe ele ensina ao aprendiz.

Tags

Assembleia Legislativa Pulo do gato Santa Catarina 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*