04 de março de 2020

Escora podre

Por José Carlos Sá

Com o título “Incertezas rondam moradores do prédio interditado por risco de desabamento em Palhoça“, o jornal digital ND+ publica matéria da Marcela Ximenes sobre um prédio na vizinha cidade de Palhoça, que ameaça desabar. O colapso da estrutura teve início no sábado (29/02), quando moradores ouviram um barulho forte e viram o aparecimento de rachaduras nas paredes. Uma das colunas de sustentação do edifício se rompeu. A Defesa Civil municipal agiu rápido e os moradores e comerciantes instalados no local foram retirados e o prédio interditado.

Quando eu via as fotos feitas pelo repórter-fotográfico Anderson Coelho e pela Marcela, pensei: As escoras é que precisam de ser escoradas. As peças usadas pela Defesa Civil para sustentar o prédio estão com visíveis sinais de oxidação com a ferrugem “comendo solta”.

Várias escoras estão carcomidas pela ferrugem (Foto Anderson Coelho/ND)

As peças de ferro usadas para escorar o prédio estão enferrujadas (Foto Marcela Ximenes)

Tags

Anderson Coelho Imprensa carijó Marcela Ximenes ND+ Palhoça 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*