07 de janeiro de 2020

Tomando conta

Por José Carlos Sá

A governadora em exercício, Daniela Reinehr (Foto divulgação/Twitter)

A imprensa catarinense está em festa: a vice-governadora Daniela Reinehr (PSL) se torna a primeira mulher a assumir – mesmo que interinamente – o governo de Santa Catarina. Ela tomou posse na tarde de segunda-feira (06/01) e ficará por duas semanas, durante as férias do governador Carlos Moisés.

Ouvi na CBN Diário uma entrevista em que Daniela diz que em duas semanas não terá como deixar uma marca dela: “Infelizmente é um período meio limitado. O tempo é pouco e a máquina do Estado está fechada, Assembleia Legislativa em recesso. Tem alguns projetos que fui buscar ano passado e que a partir da semana que vem vou anunciar. São alguns projetos bacanas que consegui trazer para Santa Catarina e que vou apresentar à sociedade”.

Janilene, Odaísa e Zelite – o protagonismo feminino em Rondônia (Fotos internet)

No estado de Santa Catarina, as mulheres nunca ocuparam cargos de ponta no Judiciário, nem no Legislativo.

Em Rondônia a história é diferente. A professora Janilene Melo foi nomeada governadora devido ao licenciamento médico do governador Jorge Teixeira; a dona Odaísa Fernandes foi presidente da Assembleia Legislativa do Estado (1990 – não encontrei a data precisa) e vice-governadora (01/01/2003 – 01/01/2007); a desembargadora Zelite Cardoso foi presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, entre 2008 e 2009; a coronel Angelina Correia foi a primeira comandante da Polícia Militar do Brasil (2003 a 2010). Isso sem falar das prefeitas, presidente de Câmaras de Vereadores etc.

Rondônia está um passo na frente, pelo menos no protagonismo feminino.

Tags

ALE-RO Governo de Rondônia Janilene Melo Odaísa Fernandes TJ-RO Zelite Carneiro 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*