25 de outubro de 2019

Gente que chega, gente que sai

Por José Carlos Sá

O primeiro jornal impresso, segundo consta a literatura, teria aparecido em 1650 na Alemanha, mas há alguns anos já são condenados à morte devido à instantaneidade da Internet. Eu, particularmente, prefiro o jornal impresso em papel. Folheá-lo, manuseá-lo (até na ventania), cheirá-lo, lê-lo de capa-a-capa, inclusive os anúncios.

R.I.P. (edição JCarlos)

Semana passada tivemos a notícia da morte dos quatro jornais impressos da rede NSC – Nossa Santa Catarina:  Diário Catarinense (Florianópolis e região), A Notícia (Joinville),  Jornal de Santa Catarina (Blumenau) e Hora de Santa Catarina (Florianópolis), cada um com suas características.

Amanhã (26) será distribuída a última edição e todos passarão a ser online. O impresso não desaparecerá totalmente. Aos finais de semana, os extintos jornais se transformarão na Revista NSC. Nessa mudança, por enquanto, 27 colegas foram pegos pelo passaralho!

Não sei o que o futuro nos reserva. Estou aposentado, mas não estou no ferro-velho.

 

Tags

Florianópolis Jornais impressos NSC NSC Total Santa Catarina 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*