05 de outubro de 2019

Ulysses e Alceu

Por José Carlos Sá

Estátua presenteada à Câmara dos Deputados (Foto Pedro Ladeira/Folhapress)

Li duas matérias que destamparam o Baú do Zé: A estátua do deputado Ulysses Guimarães, que foi presenteada à Câmara dos Deputados pelos 103 anos de nascimento do homenageado, a serem comemorados dia 7/10, segunda-feira; e a vinda de Alceu Valença a Florianópolis para um show, nesse sábado (5/10) à noite.

O ano era 1989 e o deputado Ulysses Guimarães, aproveitando a popularidade conquistada por ter presidido os trabalhos da Constituinte, se candidatou à Presidência da República e foi a Porto Velho pedir votos. Mas chegou em má hora. Os professores estaduais estavam em greve e receberam o “Senhor Diretas” com vaias desde o aeroporto, o que irritou o candidato. À noite, os protestos continuaram durante o comício e o então deputado licenciado Chagas Neto pediu que a Polícia Militar prendesse os manifestantes que jogavam pedras no palanque.

Alceu Valença frustrou os caciques do PMDB, não pedindo votos para o partido (Foto Divulgação)

Na hora do show do Alceu Valença – motivo pelo qual a praça das Caixas d’Água estava lotada -, o cantor acabou de jogar um balde de água fria na candidatura peemedebista. Ao pegar no microfone, ao invés de pedir votos para Ulysses Guimarães, disse: “O Brasil é uma democracia, votem em quem vocês quiserem!”

Tags

Alceu Valença deputado Ulysses Guimarães 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*