23 de setembro de 2019

190 anos dos alemães em Santa Catarina

Por José Carlos Sá

O desfile foi aberto com as bandeiras do Brasil e da Alemanha e de outros países que têm imigrantes na região (Foto JCarlos)

Participamos em São Pedro de Alcântara (cidade distante menos de 24 km de São José da Terra Firme) do início das comemorações dos 190 anos da imigração alemã para Santa Catarina, que começou justamente por São Pedro: a Oktobertanz abre as festas que serão realizadas em várias cidades – também de colonização alemã – durante o mês de outubro, as conhecidas Oktoberfest.

Assistimos ao desfile (bastante diferente de outros que já vimos) com representantes de várias famílias e de outras cidades. Depois da parada havia outras atividades como barracas de artesanato e de comidas típicas, chopp e apresentações artísticas. Por causa do pouco tempo que tínhamos, optamos por comer. Eu não dei conta de comer toda a comida que veio em meu prato…

Grupo de dança fez apresentação na rua (Foto JCarlos)

Membros de Academias de Letras da própria cidade e convidados (Foto JCarlos)

Representantes de uma Associação Cultural levando o brasão da entidade (Foto JCarlos)

Desfile do “Brigue Louise” (navio que trouxe os primeiros imigrantes alemães para Santa Catarina), estilizado em bicicletas (Foto JCarlos)

Banda tradicional alemã com acordeons, acompanhados por dois violonistas que não aparecem na imagem (Foto JCarlos)

Personagens da Fenarreco,que sera realizada em Brusque, de 10 a 20 de outubro (Foto JCarlos)

E como ninguém é de ferro… Destaque para a salsicha branca, a Weisswurst, que é feita com carne de vitelo e tem um sabor suave (Foto Marcela Ximenes)