29 de julho de 2019

Atropelados por uma enxada

Por José Carlos Sá

Durante a manifestação contra o uso de cerol em linhas para empinar pipas ou papagaios, realizada no domingo, 28, ouvi a história de um motoboy que quase foi enforcado por uma corda que estava pendurada na carroceria de um caminhão, que o motociclista ultrapassava. Lembrei de um susto que o saudoso Paulo Queiroz e eu passamos em Porto Velho.

Com o Paulo Queiroz (Foto Gab. Senadora Fátima Cleide – 10042010)

O Paulo e eu seguíamos pela avenida Presidente Dutra, sentido Esplanada das Secretarias – Centro. Na altura do Tribunal de Contas, fiquei atrás de uma picape Fiorino da Secretaria de Obras da Prefeitura de Porto Velho. Ao ver um colega que trabalhava na limpeza do canteiro central, o homem que estava sobre a carroceria do utilitário, jogou uma enxada para ele. A enxada bateu no asfalto e veio quicando em nossa direção. Até até hoje não sei como consegui desviar o carro da enxada.

É cada uma!