26 de julho de 2019

Uma referência política

Por José Carlos Sá

Tive o prazer de conhecer hoje (26/07) uma das referências políticas de Santa Catarina: Esperidião Amin. O homem já foi vereador, prefeito nomeado de Florianópolis, prefeito eleito, deputado federal, governador (duas vezes) e senador, também duas vezes. Foi candidato à vaga para ser candidato à presidência da República pelo PDS, mas foi derrotado na convenção por Paulo Maluf. Na eleição direta para presidência da República, em 1994, ficou em 6º lugar. Atualmente é senador por Santa Catarina. ainda é professor da UFSC.

Caveira de burro

Ele participava de uma reunião sobre o Contorno Viário de Florianópolis, que quando concluído vai retirar mais de 22 mil veículos pesados das áreas urbanas de Palhoça, São José e Biguaçu. A obra, que era para ser concluída em 2012, só teve os trabalhos foram iniciados em 2014, e não tem prazo (certo) para terminar, pois foram incluídos quatro túneis, cujos projetos ainda estão em andamento. Há também da problemas ambientais e de indenizações.

Esperidião Amin lembrou a construção da BR-282 (Liga Florianópolis ao extremo oeste do Estado), que também foi paralisada. “Em 1985, o Batalhão Ferroviário do Exército estava construindo o viaduto de Rancho Queimado, uma obra em curva, com 50 metros de altura – o segundo maior do sul do Brasil – aí assumiu o José Sarney e a obra foi paralisada. A estrada existia, mas sem o viaduto não dava para passar naquele buraco”. Se servir de consolo, senador, Rondônia viu paralisadas as obras da Hidrelétrica Samuel, pelo mesmo presidente.

Tags

Florianópolis Paulo Maluf Santa Catarina senador Esperidião Amin 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*