02 de julho de 2019

Esposas desaparecidas

Por José Carlos Sá

Princesa Haya, da Jordânia, desapareceu dos Emissários Árabes e já está em Londres (Foto Vanitatis/Getty)

Atraído pela manchete do jornal eletrônico português Zap, soube que a Princesa Haya, da Jordânia, sexta esposa do vice-presidente e primeiro ministro dos Emirados Árabes, está desaparecida. Desaparecida, em termos. Ela fugiu do país com dois filhos e se refugiou em Berlim, pediu divórcio e viajou para Londres, onde pretende recomeçar a vida com o dinheiro que levou consigo, a módica quantia de 34,6 milhões de euros!!!

Djeimi, ex-Primeira-Dama de Candeias do Jamari: Vítima de auto-sequestro (Foto Divulgação/Editada)

Não teve como eu não associar a fuga/desaparecimento ao estranho “sequestro” da então primeira-dama e secretária municipal de Candeias do Jamari, dona Djeimi Cheurie Muniz. O caso aconteceu dia 5 de janeiro de 2016, quando a Polícia foi comunicada do sequestro, quando saía da Secretaria de Saúde, de onde era titular. A comunicação foi feita por uma assessora, que se comunicava com a sequestrada pelo WhatsApp. A “sequestrada” se contradisse, pois teria sido colocada em um ônibus, com um ponto eletrônico, pelo qual seria monitorada. Depois mudou a versão: foi colocada no porta-malas de um carro. Para resumir, dona Djeimi relatou que estava em um hotel de Guayaramérin, de onde foi “resgatada” pela Polícia Civil.

Além de ter acompanhado até a conclusão do inquérito policial, esse brog não sabe em que deu a falsa comunicação de crime, além da renúncia do marido à Prefeitura de Candeias do Jamari e se teve algo a ver com o auto-sequestro da esposa dele.

Tags

Banzeiros Berlim Candeias do Jamari Emirados Árabes Jordânia Londres Whatsapp 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*