03 de novembro de 2018

Marise Castiel – Pioneira do Ensino

Por José Carlos Sá

Professora Marise Castiel – Em sentido horário: Ao chegar em Porto Velho; inaugurando o Jardim de Infância Marise Castiel; Com o governador Jorge Teixeira e d. Aída; com a professora Fátima Bártolo e d. Labibe Bártolo; (Fotos livro “Professora Marise Castiel – Rondônia: Educação, Cultura, Política”, de Sandra Castiel e Gente de Opinião)

A data correta para se comemorar o centenário de nascimento da professora Marise Magalhães da Costa Castiel foi dia 16 de julho de 2018, no entanto devido à filha da professora, Sandra Castiel, que guardava luto pelo falecimento recente do marido dela, Dilson Machado Fernandes, o evento em homenagem à uma das pioneiras da Educação em Rondônia, foi adiado. Desde quando desembarcou em Porto Velho, vinda do Pará, juntamente com o marido Jaime Castiel, a professora Marise foi muito atuante em diversas áreas, a começar pela Educação. Teve influência política sendo eleita vereadora. Também foi uma das pessoas que trabalhou pela elevação do Território Federal à condição de Estado. Foi uma das fundadoras da Escola de Samba Pobres do Caiari, tendo assinado enredos e criado fantasias e adereços.

Na área do Ensino, atuou como professora, diretora de escolas e Diretora de Ensino do Território, o que equivale hoje a secretário de Educação. Implantou escolas em todo município de Porto Velho, que ia do rio Madeira até a região do atual município de Vilhena. A professora Marise Castiel faleceu em fevereiro de 1999.

O evento em homenagem ao centenário da professora Marise Castiel será realizado na próxima segunda-feira, 5 de novembro, na Casa de Cultura Ivan Marrocos, por iniciativa da Academia de Letras de Rondônia – ACLER, da qual tenho a honra de participar como Acadêmico – Amigo. A programação completa está aqui, no Gente de Opinião.