07 de agosto de 2018

O corpo fala

Por José Carlos Sá

O corpo (Foto divulgação)

O título deste pôste faz referência a um livro lançado há 45 anos: O Corpo Fala, de Pierre Weil, Roland Tompakow. Segundo a resenha, o livro tenta “desvendar a linguagem não-verbal do corpo humano”. O modo de olhar, de se sentar, de arrumar os cabelos, o comportamento de um modo geral transmite aquilo que você está sentindo. É involuntário. Após ler o livro, passei a colocar em prática o que aprendi, observando figuras públicas ou não e, mentalmente analisando: “aquele não queria estar ali” ou “ela está em outro lugar”, etc. Já fiz um comentário sobre isso há algum tempo, quando o corpo do senador Raupp estava em evento, mas a cabeça dele não estava junto. Lembre aqui.

Ontem, 06 de julho, segunda-feira foi republicada uma foto feita pelo Roberto Stuckert, fotógrafo oficial do ex-presidente Lula mostrando as lideranças da esquerda no Brasil: Aldo Rebelo, Fernando Haddad,  Manuela D’Ávila, Guilherme Boulos e Gleice Hoffmann. Basta olhar para a foto e ver quem não estava à vontade:

Rebelo, Haddad, Manuela, Boulos e Gleice (Foto Roberto Stuckert – 010052018)

Na convenção do PSDB, iniciada na tarde do domingo e que se estendeu até a madrugada da segunda-feira, observei o mesmo. A deputada federal Mariana Carvalho não estava nada satisfeita e o rosto que sempre apresenta um sorriso, estava circunspecto. Não sei se foi o evento como um todo ou a indicação do irmão dela, o vereador Maurício Carvalho, a compor a cabeça de chapa como candidato a vice-governador. O tempo responderá.

Mariana demonstra desconforto (Fotos Rondoniagora e O Observador/Montagem Banzeiros)