05 de agosto de 2018

Esse aí sou eu!

Por José Carlos Sá

Em 1987 a dona Marly Sarney, esposa do presidente José Sarney veio a Rondônia para uma das inaugurações do Banco de Leite Materno do Hospital de Base de Porto Velho (Falo uma das inaugurações porque esse banco de leite já foi reinaugurado inúmeras vezes, sempre como se fosse a primeira). No dia seguinte a comitiva foi para Costa Marques, visitar o Real Forte Príncipe da Beira. Fui enviado pela Decom junto com a equipe precursora, que é composta por agentes da Polícia Federal e Cerimonial da Presidência. Conosco foram os professores Yêdda Borzacov e Abinael Machado. Durante o voo recebemos uma aula sobre o Forte, local que eu ainda não conhecia.

Durante a visita dona Marly foi acompanhada pela esposa do comandante do Pelotão Especial de Fronteira, cujo nome não me recordo. Algum tempo depois voltei ao Forte, novamente acompanhando alguma autoridade e fomos tomar café na casa do comandante do Pelotão. Na parede, emoldurado, um recorte de jornal, que de longe reconheci. Me levantei e fui olhar de perto. Percebendo meu interesse, a esposa do comandante disse: “Essa foi a visita da primeira dama, dona Marly Sarney ao Forte, na foto estou ao lado dela…”

Respondi, apontando para o quadro: “Eu também estou nessa foto. Esse aí sou eu e o texto fui eu quem escrevi…”

Sem querer, entrei na história.

Alto Madeira, 17/07/87 – Foto Natalino Costa/Decom