03 de abril de 2018

Preparando a posse

Por José Carlos Sá

A transmissão de cargo será ainda esta semana (Foto perfil Daniel Pereira/Facebook)

O mês de abril chega com novidades. Novidades esperadas, mas não deixam de ser fatos novos. O evento de passagem da cadeira de governador de Confúcio Moura para Daniel Pereira está sendo preparado pelo Cerimonial com esmero, com discursos, trocas de afabilidades e juras de fidelidade mútua.

Em paralelo, Daniel já prepara os decretos de exoneração e nomeação dos assessores de primeiro, segundo e terceiro escalão. Cartas contendo pedidos de exoneração já foram entregues por alguns secretários, como deveria ser o normal, mas outros ainda sonham em permanecer nos cargos e ficam quietinhos para não serem lembrados.

Acássio Figueira, novo diretor-geral do Detran (Foto Daiane Mendonça/Secom)

Algumas autarquias, como o Detran, já trocou de comando, mas continuam onde sempre estiveram. Nesse caso específico, saiu o José de Albuquerque Cavalcante e entrou como diretor-geral Acassio Figueira dos Santos, que era diretor técnico de Habilitação e Medicina de Trânsito. Ambos são indicados pelo senador Acir Gurgacz, que apoia o futuro governador Daniel Pereira. A cerimônia foi na segunda-feira, 2 de abril.

Já se especulam nomes para diversos cargos. Claro, se são especulações, não há certeza. Alguns exemplos: Mauro Nazif na Casa Civil; Gilson Nazif no DER; Valdir Alves e Eduardo Kopanakis na Secom. Há a possibilidade de retorno do coronel Ronaldo Flores, que assumiu a corporação dia 28 de fevereiro e desassumiu logo depois. A desassunção foi o estopim de uma desavença entre o governador e o vice, que acendeu a fogueira da incerteza no Estado. O governador depois disse que era como briga de casal.

Pois é.