05 de março de 2018

Engolindo ouriço

Por José Carlos Sá

Imagem meramente sugestiva (Ilustra Internet)

A lua de mel, da transição lenta, gradual e segura, em que Confúcio Moura iria deixando a cadeira de governador devagarzinho por um lado, para se candidatar ao senado, e o vice-governador Daniel Pereira assumiria também sem açodamento, acabou. Isso teria  sido combinado previamente, segundo o governador Confúcio Moura, em entrevista comentada nestes Banzeiros. Depois disso o vice-governador exonerou a cúpula e cargos de segundo e terceiro escalões da PM e nomeou pessoas da confiança sdele. O diretor-geral do DER, Ezequiel Neiva também foi substituído, aí não se sabendo se ele caiu ou se desincompatibilizou.

A situação agora está assim: Confúcio diz que não sai e Daniel diz que continua candidato a governador. A única coisa que muda é que Pereira terá que esperar um pouco mais para moldar o governo à sua imagem e semelhança. A  fila de pretendentes a cargos na porta do gabinete da Vice Governadoria tende a reduzir.

Tags

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*