18 de fevereiro de 2018

Revoada de pipiras

Por José Carlos Sá

Fátima Cleide (Arquivo Banzeiros 10042010)

Ontem recebi uma mensagem da amiga Fátima Cleide, ex-senadora da República, com quem há muito não falava.  Ela disse que será candidata novamente ao Senado, onde exerceu mandato de 2003 a 2011 e foi responsável pela apresentação da PEC da Transposição. Ficha limpa, Fátima Cleide é uma boa opção nestas próximas eleições. Mas ela disse textualmente: “Será mais uma vez uma disputa de David x Golias mas enfrentarei o desafio e a missão”.

E por falar em vaga para o Senado, volto a falar no dr. Confúcio. Em entrevista ao site Portal Espigão, o governador Confúcio Moura acenou com a possibilidade de deixar o PMDB para não “atrapalhar” a candidatura do senador Valdir Raupp. A jornalista Mara Paraguassu publicou o assunto no perfil dela no Facebook, sem comentar a declaração.

E a pipira veio me dizer que há movimentação no oitavo andar do edifício Rio Pacaás Novos, no Palácio Rio Madeira, mais conhecido como CPA. Especula-se que o vice-governador Daniel Pereira vê chances de ser eleito para a sucessão de Confúcio Moura. Segundo a pipira, Daniel receberia o apoio do senador Acir Gurgacz, que desistiria de postular o governo do Estado. para compor a chapa, aparece o nome do atual secretário-chefe da Casa Civil, Emerson Castro.

Como dizia o saudoso Sérgio Mello, “será, gente?”