09 de novembro de 2017

Animais na pista

Por José Carlos Sá

(Foto Motocycke.Com)

Na semana passada fomos até Cacaulândia descansar um pouco. A BR-364 – até a entrada do município – e a RO-140 estão com a pavimentação (quase) impecável. Uns calombos na 364, aqui no quilômetro 13, mas nada demais. O perigo mesmo está na presença de animais na pista.

Vimos os corpos de quatro capivaras, um macaco, um tamanduá, muitos cachorros e gatos, além de outros bichos que estavam tão esbagaçados que não dava para identificar o que era.

Na reta de Itapuã, já voltando no domingo, vimos de longe dois cachorros atravessando a pista, quando eu cheguei mais perto, um dos cães voltou na diagonal. Rapidamente reduzi a velocidade, ciente que havia dois carros atrás de mim e que o acostamento terminava em um barranco. Buzinei, freei, mas atropelei o cachorro. Ambos, o acidentado e o carro, fomos para o acostamento, pois fiquei com medo do carro de trás bater na minha traseira.

Meu carro quebrou o para-choque e a grade de refrigeração do motor; a placa ficou toda amassada e pendurada por um parafuso. Tomei prejuízo, mas agradeço a Deus por não ter tido um acidente maior e lamento o atropelamento do cachorro.

Tags

Animais na pista BR-364 Cacaulândia RO-140 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*