04 de agosto de 2017

Pesar

Por José Carlos Sá

Luiz Melodia no início da carreira (Foto Mário Luiz Thompson)

Lamento a morte do cantor e compositor Luiz Melodia, que acompanhei desde o aparecimento em um festival de músicas da década de 1970. As minhas músicas prediletas são “Juventude Transviada”, “Pérola Negra”, “Estácio, Holly Estácio”, “Codinome Beija-Flor” na interpretação dele, “Salve linda canção sem esperança”, e a melhor de todas “Estácio, eu e você“. Tive o privilégio de assistir a um show do Melodia em Belo Horizonte, no início da carreira dele.

Estou triste. Triste mesmo. Mais uma perda importante para a MPB.

Tags

Luiz Melodia Música Pesar 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*