04 de agosto de 2017

Efeito “dr. Hildon” chega ao Equador

Por José Carlos Sá

De Porto Velho para Quito (Edição JCarlos)

Com o retorno do prefeito Hildon Chaves, neste sábado (5/8), após ter se licenciado do cargo para tratar assuntos particulares, vamos ver se o vice-prefeito Edgar do Boi voltará a se ocupar das atividades normais dele na Prefeitura, visitando as secretarias e vistoriando obras, como fazia antes do dia 20 de maio quando foi tornada pública a delação de um executivo do grupo JBS que acusava Do Boi de pedir e receber propinas e ele “se” afastou do cargo.

Lembro isso pois hoje soube pelo G1: Presidente do Equador retira funções do seu vice, acusado de corrupção por parte da oposição. Por seu lado, antes do afastamento o (ex)vice-presidente Jorge Glas divulgou uma carta apontando erros na administração da qual faz(ia) parte, provocando um racha no governo equatoriano. O problema já vem de algum tempo e parece que ainda vai longe.

O vice ou é “decorativo“, como se considerou Michel Temer, ou está tentando derrubar o titular…