27 de maio de 2017

O gerador da polêmica

Por José Carlos Sá

Talvez vocês ainda se lembrem que há poucos anos houve uma grande polêmica com o anúncio da doação de um gerador de energia a diesel para a Bolívia. O motor por 20 anos forneceu eletricidade para Porto Velho e outras regiões a partir da Térmica Rio Madeira, da Eletronorte, que ficava ali na estrada do Belmont, no bairro Nacional.

Antiga, a unidade passaria por uma recauchutagem geral, mudaria a matriz de diesel para gás natural e seria instalada em La Banda. Conserto, conversão, transporte e instalação ficaria pela bagatela de R$ 60 milhões. Houve uma grita geral na época e, como é o normal, o assunto caiu no esquecimento.

Hoje recebi no clípim de notícias sobre energia a informação que a Justiça Federal determinou à Eletronorte que devolva os 60 milhões, que o Governo Federal repassou para dourar a pílula, de volta aos cofres da União.

Tags

Bolívia Eletronorte Orlando Souza 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*