21 de abril de 2017

Uma entrevista franca

Por José Carlos Sá

Secretário Emerson Castro (Foto Gregory Rodriguez/Rondônia Dinâmica)

Secretário Emerson Castro (Fotos Gregory Rodriguez/Rondônia Dinâmica)

Recomendo a leitura da entrevista que o secretário da Casa Civil Emerson Castro concedeu ao saite Rondônia Dinâmica, publicada na última segunda-feira. Em duas horas o Emerson abriu o coração e falou de tudo. Vale a pena ler.

Dois fatos que considero importantes na história de Porto Velho, nos quais o Emerson foi protagonista, não foi perguntado, nem o entrevistado se lembrou (ou foi modéstia) de contar: A chegada de centenas de haitianos a Porto Velho, literalmente com a roupa do corpo em janeiro de 2012; outra crise foi o incêndio no canteiro de obras da UHE Jirau, em abril do mesmo ano, quando trabalhadores tiveram que abandonar os alojamentos e vieram, como puderam, para a cidade. Foi preciso alojar e alimentar cerca de cinco mil operários. Nesse caso, o então vice-prefeito teve ainda que desmentir boatos alarmistas publicados em alguns saites de “notícias” que alarmavam a população alardeando saques inexistentes.

Outro tema deixado de lado é a relação do PMDB/Porto Velho com o Emerson. Assunto que já comentei várias vezes nesse brog. Aqui, por exemplo.