17 de março de 2017

O brasileiro é cordial (menos para quem joga lixo fora do lugar)

Por José Carlos Sá

A falta de paciência com quem não respeita o próximo está crescendo. Abaixo, três exemplos. Dois em Porto Velho e um que recebi pela internet

Ma rua Corintianos, bairro Lagoa (Foto Lucas Carvalho)

Na rua Corintianos, bairro Lagoa, o aviso é para o proprietário? (Foto Lucas Carvalho)

Esse é um cruzamento trangênero - Avenida Brasil com rua Canidé, setor chacareiro - limites dos bairros Ronaldo Aragão e Marcos Freire (Foto Ésio Mendes)

Esse é um cruzamento transgênero – Avenida Brasil com rua Canidé, setor chacareiro – limites dos bairros Ronaldo Aragão e Marcos Freire (Foto Ésio Mendes)

Via tuíter (Foto Filipe Vasconcelos)

Via tuíter (Foto Filipe Vasconcelos)

Tags

'Pracas' Cenas da cidade Ésio Mendes Lixo 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*