22 de fevereiro de 2017

“O mal é o que sai da boca do homem”

Por José Carlos Sá

(Foto Michal Macku)

(Foto Michal Macku)

Citei o filósofo baiano Pepeu Gomes, que por sua vez citou a Bíblia, para comentar o discurso do senador Romero Jucá (PMDB-RR), o Puro. Disse ele na tribuna do Senado: “Se acabar o foro, é para todo mundo. Suruba é suruba. Aí é todo mundo na suruba, não uma suruba selecionada”.

Depois da (má) repercussão da fala, Jucá tentou se desculpar, dizendo que citou o Dinho e o Júlio, do Mamonas Assassinas: “(…) Roda-roda vira, solta a roda e vem/Neste raio de suruba, já me passaram a mão na bunda/E ainda não comi ninguém! (…)”, no Vira-vira. O senador não deixa de ter lá suas razões. Tem muita gente querendo que ele se lasque, para não dizer outra palavra mais apropriada.

Depois de tanta citação, fecho o pôste com as sábias palavras de Ambrose Bierce: “Citação: ato de repetir de maneira errada as palavras alheias”.