07 de abril de 2015

E AGORA, YOUSSEF?

Por José Carlos Sá

O Brasil é um país singular. Estamos vendo várias vezes por dia, desde março do ano passado, os desdobramentos da “Operação Lava-Jato”, desvendando um gigantesco esquema de corrupção que mistura executivos de grandes empresas, políticos e pessoas que agem nos bastidores.

Nesse tempo todo centenas de nomes foram para a sarjeta, suas carreiras acabaram e, alguns, estão na cadeia. Ainda não se sabe o montante de dinheiro público desviado, nem o tamanho real do escândalo, que já saiu do âmbito da Petrobras e está se aproximando perigosamente de obras públicas de toda natureza.

                                                                     Fragrância de pizza no ar

A novidade de hoje fica por conta da Folha de S. Paulo que cita um parecer do ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça, Gilson Dipp. O jurista, especialista em lavagem de dinheiro e delação premiada, entende que o acordo feito com o doleiro Alberto Youssef é ilegal e todas as provas coletadas até agora, a partir das informações dele, são “imprestáveis”.

Está cheirando a pizza assada e há muitos convidados para saboreá-la. (Ilustra UolMulher)

Tags

Alberto Youssef Folha de S. Paulo Operação Lava jato Petrobras Petrolão Pizzaria STJ UOL 

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*